ANTIK PINK & Inês Manzoni

A História

Joias no sangue

Cresci com o som das pérolas a caírem no tabuleiro e os infindáveis “nós” dos colares, nas mãos da minha avó, mãe, tias. O meu avô, Henrique Batalha era um dos donos da Casa Batalha, em Lisboa, fundada antes de 1635. Para mim, as joias, as contas, os colares, nunca foram peças de montra.Eram de casa, como um parente que está sempre lá.

Ler Mais

As minhas peças

Acredito que os adornos nos complementam, podem alterar as nossas energias, e fazer-nos viajar. Adoro a arte étnica e a antiga joalheria grega, e inspiro-me nelas para criar as minhas peças. Procuro elementos pelos quatro cantos do mundo que me transmitam alguma força ou beleza, que de alguma forma sinta como especiais e componho. Uso materiais como pedras semipreciosas, metal, pérolas e couro.

Em 2012, com os miúdos um pouco maiores, abri um atelier na Baixa de Lisboa com uma amiga. Tinha uma varanda sobre a Rua Augusta e sentíamos o frenesim da cidade. Comecei também a frequentar os mercados que apareciam em Lisboa. Adorei. Pela primeira vez, recebia clientes e percebia o que viam e procuravam nas minhas peças.
Comecei a ter cada vez mais certezas do que queria e de como queria fazê-lo. Em 2014 mudei-me para o Chiado com a minha irmã e uma amiga. Já não havia como voltar atrás, estava rendida.

A caminhada

Mantive sempre a bijuteria por perto, mas segui Gestão Hoteleira e, durante 10 anos, vivi no Alentejo. Criava peças por prazer, apenas como hobby, mas quando a hotelaria deixou de fazer sentido, lá voltou a bijuteria a dar-me um sentido.
Comecei por trabalhar em casa. Tinha dois rapazes pequenos, e queria uma actividade que me apaixonasse e me permitisse acompanhar o seu crescimento.

Uma nova etapa!

Esta partilha de espaço, estar com quem gosto e sentir-me bem a cada minuto são muito importantes para mim. Tento realmente usufruir ao máximo do presente. Esta foi uma das razões para abrir um novo atelier/open studio no Lx Factory. Sempre adorei este espaço, pela vivência simultânea de várias artes e ofícios. Acho que é o local certo para a Antik Pink estar, e receber as minhas clientes. Visite-me quando quiser! Será sempre bem-vinda!

Contacto